3.03.2009

Ski

Para relaxar e me abstrair de todo o stress inerente 'a tese, no fim de semana passado fui esquiar. Eramos 13 e foram 2 dias muito bem passados. Só poderiam ter sido melhores se o David também pudesse ter vindo connosco mas, como tinha que trabalahr, não deu (alguém tem que sustentar a casa, hehehe).



Fomos para Sundayriver, no estado do Maine. Este é o local para onde o meu lab vai todos os anos, em Janeiro. Como tal, já estou ambientada com algumas das montanhas (sim, porque são 8 montanhas) e talvez por isso mesmo tenha estado mais confiante e me tenha divertido muito a esquiar. Desta vez caí poucas vezes e, das vezes que caí, a coisa foi insignificante. Foi mesmo muito bom!

















E' uma sensação de liberdade tremenda deslizar a toda a velocidade sobre aquele manto branco, sentir o vento na cara e só ouvir o silêncio da montanha ser interrompido pelo tsch tsch dos esquis na neve. A paisagem é linda e é sempre uma sensação de realização muito grande sair do elevador, lá no topo, e conseguir ir até lá abaixo sem precalços nenhuns.

Com amigos a coisa ainda é mais gira, pois saímos todos do topo ao mesmo tempo e lá vamos todos, a passar uns pelos outros, quase como se de uma corrida se tratasse. E é uma delícia ver os nossos sorrisos nos rostos corados pelo frio quando alcançamos a "meta".

Desta vez esquiar foi ainda melhor do que das outras vezes porque, pela primeira vez, fiz o que eles chamam de "night-skiing", ou seja, esquiar 'a noite.

Após um dia com acesso a todas as pistas, 'as 17h o resort fica só com algumas pistas abertas, terreno este destinado 'aqueles que gostam de esquiar ao fim do dia/noite. Ficam abertas até 'as 21h e têm fortes holofotes que iluminam a neve aqui e ali.

Para mim o período mais extraordinário é aquele imediatamente a seguir 'as 17h. Nessa altura já não há quase ninguém a esquiar, pois os que passaram o dia todo na montanha já foram embora e os que esquiam 'a noite ainda estão para vir. As máquinas passam pelas pistas e a neve fica de novo fofinha, como se ninguém ainda tivesse passado por lá. Assim, naquela altura do lusco-fusco, já com as luzes da pista acessas, aquela luminosidade côr-de-rosa involve-nos e esquiamos na neve com as melhores condições do dia todo.

A sensação que tive foi idêntica 'aquela que se tem quando se passa um dia inteiro na praia, cheia de gente, e por volta das 19h o pessoal começa a ir embora... e é justamente aquela a melhor hora do dia, quando já ninguém está, o sol se põe, já não está quente mas sim morno, a areia está quentinha, fica aquela claridade mágica e consegue-se ouvir o mar e tomar banho descansadinho.





Fica aqui um breve filme feito nessa altura do lusco-fusco. O meu amigo David fez o filme, enquanto 4 de nós (eu incluída) saímos do topo. Eu sou a 3a pessoa (a 2a pessoa com esquis e a maluquinha que faz yuhuuu!!). Quando o vídeo continua eu sou aquele pontinho já quase no fundo da montanha... pode ser que da próxima vez consigamos um filme melhor :)

video

1 comment:

Jerusa said...

Gostei das luvas!!!