8.25.2006

A Je no seu melhor

Image Hosted by ImageShack.us

Já me disseram que, por vezes, sou demasiado directa. Pessoalmente, não acho que isso seja mau. Prefiro dizer o que penso, mesmo que não seja exactamente o que o outro espera ouvir, do que fingir uma resposta na qual não acredito. Claro que, tudo com conta, peso e medida.

Há situações em que o assunto não é tão premente ao ponto de sentir necessidade em tornar o meu ponto de vista claríssimo e, nessas ocasiões, não me importo de ser simpática e não discordar (notem que também não concordo. ouço só e não comento... sou meio teimosita, sabem?).

A situação que vos vou contar foi uma dessas situações. Não me teria custado nada estar caladinha e a miúda teria ficado feliz e contente e eu também não me chateava muito... só que, já dá para ver que não foi assim.

Estávamos no jardim, no meio dos convivas que se tinham reunido para aquele churrasco. Eu, sentada, reparei que K. se aproximava com umas bolachas de chocolate. Não umas quaisquer. Bolachas de chocolate Milano, que eu adoro!
Já anteriormente tinha reparado que havia umas em cima da mesa mas, como eram “light”, abstive-me de as comer. Não gosto nada destas mariquices lights, que não são carne nem são peixe.

Adiante!
Como ‘aquela distância não consegui perceber se K. trazia as mesmas bolachas ou não, perguntei-lhe:

- São “light”?

De imediato, a rapariga sentada ao meu lado, exibindo um sorriso enorme e excitadíssima, respondeu-me:

- Sim, são sim!!

- Ah, então não quero!
Bolachas de chocolate não são para ser “light” e não!

Já adivinhado o que por ali vinha, K. começa a gesticular-me, qual filme mudo, por trás da rapariga.

Eu, sem perceber nada, continuei:

- acho uma parvoíce fazerem-se estes doces “light”! - e K. continuava a gesticular, agora mais vigorosamente. Se uma pessoa não quer engordar não come doces e pronto! Agora, comer esta coisa... nem nos satisfaz na barriga, porque não sabe a nada de jeito, nem nos satisfaz na consciência porque, mesmo sendo "light", sabemos que não o deveríamos estar a comer.

A rapariga, agora com um sorriso amarelado, soltou um “pois” desanimado e afastou-se.
De imediato K. vem ter comigo:

- Inês, que bela cena! – e ria-se já – aquela rapariga foi quem trouxe as bolachas!

"Já estavas caladinha estavas, oh Inês!", pensei para comigo.

11 comments:

Tripeiro de Roterdao said...

Eu quero lá saber de cenas... Não gosto de "lights" e não me abstenho de comentar! Acho que os defensores do "light" são como aqueles que gostam muito de sexo, mas dizem "eu?! nahhh...".

Lights é para "não-assumidos".

À parte da "barraca" que deste, ganda malha!

∫nês said...

E mai nada Tripeiro :D

Anonymous said...

Tb n como comida light, até pk adoçante n tem o mm sabor q açúcar....
Ser demasiado directo nem sempre é ser apenas directo....chama-se: falta de tacto

∫nês said...

Se eu fosse alguém com falta de tacto não acharia que poderia ter evitado o comentário e estar caladinha.

Fernando said...

Oh Inês! Então e as fabulosas Double Chocolat Milano?! Isso é que é uma perdição! Comprei um par delas enquanto estive estes dias pelos States...

∫nês said...

Essas eram exactamente as que eu queria. São um expectááááááááculo!
Mas a caramela da miúda levou de chocolate "LIGHT" (blaaargh!) e não encontrei foto das deliciosas duplas.
Benvindo :)

Carla said...

Eu tb acho que ser directa nao e' defeito. E' como nas bolachas, o rotulo light disfarca mt coisa e alguns ingredientes sao bem mais perigosos do que o acucar...
Hummmh eu adoro praticamente toda a gama de bolachas Pepperidge Farm, as Chocolate Hazelnut Rolled Waffers sao deliciosas :-)))
Continua a ser original!

Fernando said...

Estou a meio do livro ("Middlesex") e estou a adorar! Uma leitura empolgante... Gostaste da "catwalk music" que coloquei no blog?

C said...

LINDA!!!! Ja te tinha procurado mais vezes... mas finalmente encontrei o teu blog! Gostei! E's mesmo tu!
Voltarei!
Bjisss
Cata

raquel said...

Chocolate é chocolate! Só é bom com todas as suas calorias.

Beijinhos

∫nês said...

Nem mais Raquel! ;)