5.22.2008

Os meus Peixitos

No dia 24 de Janeiro de 2004, escrevi-a eu assim, nos primórdios do "Casaco Amarelo":

"Vim para o lab, onde recolhi os meus primeiros embriões de zebrafish. São tão giros! Estou agora a companhar o desenvolvimento deles ao microscópio e, nos intervalos, vou relatando as minhas aventuras. E' mesmo espectacular vê-los a desenvolver-se e ir identificando as estruturas que caracterizam cada estadio. Sei que é um cliche mas, a Natureza faz as coisas de maneira mesmo magnífica. E' nestes momentos que sinto com mais certeza que a minha escolha profissional me realiza plenamente. Estou mesmo ansiosa por comecar a investigar e enfrentar todos os obstaculos inerentes para poder ficar mais proximo da Natureza! Acho que me apaixonei pelos meus peixes!! "

'A parte todas as dificuldades inerentes a um doutoramento e toda a dose de sofrimento compensada apenas por umas graminhas de sucesso, continuo a achar maravilhoso e admirável observar o desenvolvimento destes peixinhos.


Embrião de Zebrafish, 24 horas após a fertilização

Vejam só no filme como se passa de 1 célula, para 2, 4, 8, 16.... até já termos estruturas como o coração, o olho, os sómitos, a vesícula ótica e tudo mais, formados!

Não é lindo?
Falando em termos científicos, acabaram de observar o zigoto a passar pelos processos de clivagem, blastulação, gastrulação e segmentação.

5 comments:

raquel said...

espectáculo!!!!

Menina Azul Reciclada said...

e que bonitos que eles sao! :)

Eu tambem estou apaixonada pelos meus peixinhos... compreendo-te COMPLETAMENTE!!!!!!!!!!!!

Anonymous said...

Fatinita... em qualquer forma ou espécie, trata-se no fundo, do milagre da Vida.. Lindo e espectacular.

Ftn

Anonymous said...

devo dizer que ao fim de 3 anos a trabalhar com eles deixei de os achar tao interessantes como ao principio, mas entendo o teu fascinio

O Maior said...

E andar a olhar para os peixinhos dessa forma tão invasiva? Deus concorda?