6.22.2009

A Mila



Ora, apresento-vos a minha nova bicicleta (mais coisa, menos coisa... não consegui encontrar foto exacta): a Mila. Por respeito 'a Bina (de quem ainda sinto saudades agudas), abstive-me de lhe dar o mesmo nome.

Os nossos caminhos cruzaram-se no Sábado passado, quando respondi um anúncio na Craigslist, meca de quem anda 'a procura seja do que fôr. Fui ao site, procurei bicicletas e, por entre as ofertas que havia, encontrei o anúncio: "vende-se bicicleta praticamente nova, só usada 3 vezes, $200".

Como, no próprio dia em que a Bina foi roubada, andei a ver bicicletas novas e os preços mais baratos rondavam os $400, pensei: porque não?

Contactei o dono, marcámos encontro para Sábado e 'as 11h lá estava eu na casa dele para ver a bichinha. Gostei logo dela: azulinha, com ar de quem tem muito para dar mas que, de facto, nunca foi usada. Estava na cave, com algum pó e teias de aranha, encostada 'a parede e com os dois pneus completamente murchos. Os restos de borracha, tanto nos lados como no veio principal dos pneus, provavam que a bicicleta estava mesmo imaculada. Não tem um pingo de ferrugem e as mudanças, após ter andado com a bicicleta por alguns quarteirões, entravam e saiam a deslizar, sem barulhos ou estalos.

Diga-se que também deu para ver que a bicicleta não era usada pela inexperiência (talvez "nabice") do dono. Quando lhe perguntei de tinha bomba para encher os pneus, desencantou uma para bolas de basket: pequenina, pequenina. Depois, deu de enfiar aquilo no pneu sem a extensão que lhe permitiria puxar a bomba para o lado de fora. Assim, tentava encher a bomba por entre os raios da roda e, claro está, aquilo não dava em nada. Lá lhe expliquei que dentro da própria bomba devia haver um tubinho e tal... que se ajustava e permitia flexibilidade. De facto, o tal tubinho existia mas, mesmo quando colocado, aquela bombita não ia dar conta do recado.

Sugeri então que fossemos a uma bomba de gasolina encher. Chegádos lá, o gajo, ao querer pôr a bicicleta no descanso, deu um chuto na corrente e tirou aquilo tudo do sítio (óbvio que o descanso era do outro lado). Eu já estava com pena da bicicleta. Só pensava "coitadinha, estás mesmo a precisar que te salvem!". Quando chegou a altura de encher os pneus (também tive que explicar ao rapaz que era necessário posicionar o pipo por forma a se conseguir o encaixe) não lhe dei tempo de segurar na bomba. Fiz eu o enchimento, não fosse ele rebentar com os pneus.

Adiante.
Saí de lá com a Mila, toda feliz da vida. Não pude logo andar nela, pois tinha ido de carro mas, assim que tive oportunidade, experimentei logo: nomeadamente nos 5 minutinhos que o David levou a ir buscar qualquer coisa a casa, entre o vir do barbeiro e ir 'a gelataria. Claro está que esses 5 minutinhos souberam a pouco mas, já deu para ajustar o selim, o volante... pôr tudo como deve ser.

No regresso da gelataria, ainda comprei óleo, para pôr na corrente (muito embora não precisasse... mariquices de quem tem um brinquedo novo). Em casa, apliquei-o e ainda limpei o pó e a teias 'a Mila. Estava um brinquinho, mesmo pronta a ir passear.
Porque era o dai de folga do David, óbio que passei o dia com ele mas, 'a noite, quando o maridão já dormia o sono dos justos, eu ainda não tinha vontade de dormir. E então, o que é que eu fiz?
Pois claro! 'A meia-noite e meia fui andar de Mila. Foi uma delícia! Estava uma noite impecável, com uma brisa perfeita. As ruas quase vazias, a cidade tranquila... e eu a curtir um belo passeio na minha nova bicicleta.

Está mais que aprovada: confortável, silenciosa, levezinha... espero que possamos ser amigas por muitos e muitos anos :)

3 comments:

Fadalê said...

Fatina:)
Logo agora que recebi o email dos cinco bairros de N.Iorque, fui assaltado por uma saudável nostalgia. Nós... a pedalar naquele dia com mais 32 mil e tal concorrentes :)))
Quando pedalaremos junto de novo:)
A Bina foi, A Mila veio e a "amarelinha" cá continua a suspirar... Até parece o Herbbie com os faróis a dar a dar :):):)
Kisses

∫nês said...

Pois é. Quando recebo ess mail também fico com saudades. Foi muita giro, não foi?
Depois damos umas pedaladas pela New England!
Bjitos :)

Juliana Reis said...

Oi Inês
Parabéns pela chegada da Mila!
Desejo que a amizade seja rica e com muitas trocas...
Tem uma coisa para vc lá no Portfólio. Um selo playlist.
abraço