2.06.2007

Circo de Cientistas

Image Hosted by ImageShack.us
Há 2 fins de semana fui, juntamente com toda a gente do meu laboratório, de novo para aqui, lembram-se?

Image Hosted by ImageShack.us
Este ano éramos 17 pessoas e, alternando sessões de ciência com sessões de ski, culinária, hot tub (sim, mesmo lá fora, com o termómetro a marcar -20 graus) e jogos, passaram-se 3 dias bastante agradáveis.

Image Hosted by ImageShack.us
E porque raio há quadros de Marc Chagall sobre o circo a ilustrar este post, em vez de fotos de neve e mais neve? Porque um dos jogos que fizemos, apropriadamente denominado “outrageous confessions”, revelou que o meu laboratório é, nada mais nada menos que, um circo no que toca ‘as surpresas que cada uma das pessoas foi capaz de revelar.

Basicamente o jogo consiste em, por grupos de 4, cada um escrever num papel algo que ninguém sabe. Uma vez lidos os 4 papéis, temos que questionar os 4 participantes acerca de cada uma das histórias. Estes, por sua vez, têm que responder como se cada uma delas fosse a sua. No fim, temos que adivinhar que história pertence a quem.

E vejam só as histórias:

- ofereci ‘a minha namorada um carrossel feito com fitas coloridas presas aos imans de agitar as soluções (esta de tão nerd que era deu logo para ver que era o meu chefe :P);

- “mergulhei” num lixeira duas vezes, de propósito (aqui o chefe enganou toda a gente);

- quase me afoguei;

- fingi que não conhecia o amigo dos meus pais que me ia buscar ao infantário todos os dias e fiquei lá uma eternidade ate alguém me ir buscar de novo

- bebi urina dos meus amigos (com amigos destes....);

- dormi com sem-abrigo por 2 noites;

- fiquei tão bêbado/a que fui parar ao hospital;

- fiz o parto de uma vaca (coitado do bezerro! o inquirido nem sabia se o que saia primeiro era o rabo ou as patas da frente);

- cortei a ligação ferroviária entre New Jersey e Nova Iorque porque peguei fogo aos carris;

- na escola era conhecido por Macgyver: fiz um bong a partir de uma boneca Troll (afinal aquilo tem alguma utilidade);

- quando criança quase que fui raptado;

- vivi durante uns tempos numa caverna;

- estive no exército em Israel e aprendi a montar uma emboscada;

- no primeiro dia de lab, estraguei as experiências de 2 post-docs;

- o padre expulsou-me da igreja por estar lá a “make-out” com a minha namorada (ainda por cima, ele tocava orgão na igreja... e que bem!);

- peguei fogo ao cenário de um teatro;

- fiz xixi em frente ‘a Casa Branca (a determinada altura já rebolávamos no chão de tanto riso: yeah, a Casa Branca estava a passar na TV; pois, o motel ‘a frente da tua casa chamava-se Casa Branca e a janela da casa-de-banho estava virada para lá...);

- apareci de vestido vermelho em público a fazer malabarismo com bolas de esparguete (até hoje ainda não percebi esta história);

- acampei numa caverna com morcegos. roubaram-me comida e morderam-me o pé;

- juntamente com o meu orientador, roubávamos reagentes dos outros laboratórios (ainda bem que nos orientam);

- vivi numa tenda por 2 meses (está visto que reina entre os cientistas uma certa tendência para moradias modestas);

- passei uma noite na prisão;

- apareci no jornal por causa de uma intoxicação;

- saltei de um segundo andar;

- roubei uma loja de conveniência;

- evitei que os meus amigos vissem os amigos dos meus pais a fazer sexo (depois queixa-te que não tens amigos);

- fiz uma emboscada para um ladrão;

- toco acordeão;

- todos os meus orientadores abandonaram a ciência (Alex, prepara-te!);

Se as histórias são já de si divertidas, imaginem o que era cada um a inventar uma versão para a história que não era a sua. Curiosamente, fui votada a melhor mentirosa (estasse mesmo a ver que a coisa não importava nada. Quando é coisa séria, coro e gaguejo tanto que é impossível enganar alguém).
Numa das sessões só diziam: ok, as 4 histórias são da Inês!

Que histórias diriam que são as minhas?

Já agora, estejam ‘a vontade para contar algo sobre vocês.

3 comments:

Violante said...

bem, eu sugeriria:

- no primeiro dia de lab, estraguei as experiências de 2 post-docs;

- peguei fogo ao cenário de um teatro;

- apareci no jornal por causa de uma intoxicação;

- fiz uma emboscada para um ladrão;

- toco acordeão;

Giorgia said...

As minhas apostas vão para:

1) quase me afoguei
2)fiquei tão bêbado/a que fui parar ao hospital
3)no primeiro dia de lab, estraguei as experiências de 2 post-docs
4)todos os meus orientadores abandonaram a ciência

:) beijocas

∫nês said...

Aleluia que alguém reage ao repto.
Vou esperar mais um dia ou dois para ver se há mais apostas :)