1.14.2012

Aos leitores queridos

Bem sei que este estaminé tem andado muito parado e quase se ouvem as moscas, de tão silencioso que isto está. Contudo, também é verdade que, pese embora escrever seja muito giro, falar de tricas e licas seja muito engraçado, quando o mesmo tipo de silêncio se faz sentir na caixa dos comentários, essa sim até já com bolôr e teias de aranha, 'as vezes a motivação para continuar a escrever fica um pouco dormente.

É claro que escrevo para mim e por mim, mas os comentários são uma recompensa que sabe bem. A razão de todo este silêncio também se prende com a época festiva e até com a minha própria falta de disposição, ultimamente, para aqui vir... geralmente porque sei que já acumulei tanta coisa que quero dizer, que começo a procrastinar.

Ora, volta e meia, maioritariamente quando vou a Portugal, há situações que me fazem espevitar e ficar outra vez cheia de vontade de escrever e de contar coisas pois, afinal, há quem me leia, há quem goste e quem esteja 'a espera das novidades. Claro que eu sei disso, e alguns até mo dizem em privado, por email.
Mas 'as vezes sabe bem este feedback, esta confirmação... sou uma mimalha! :)

Em Agosto, no campismo em Sto. André, encontrei-me com os nossos companheiros e amigos, Luísa e Ze António, que já não via há séculos mas, que assim que me viram, exclamaram logo: olh'ó Casaco Amarelo!!! A gente está sempre a seguir-te e fartamos-nos de rir com as tuas peripécias. E quando aconteceu isto? E quando aconteceu aquilo? ... e mais parece que sabem mais sobre mim do que eu mesma, que esqueço coisas que digo.

A última situação foi agora em Dezembro, na casa de um casal amigo em que, a mãe dele, que eu nunca tinha conhecido pessoalmente (mas que já sabia ser fã do Blog), me viu, veio disparada ter comigo com um sorriso escancarado, me abraçou, espetou-me 2 beijos na cara e, com genuíno entusiasmo, me confessou: oh Inês, que bom conhecer-te finalmente. É como se já conhecesse, porque vou ao "Casaco" todos os dias! Gosto tanto da maneira como escreves. Escreves tão bem!! Nunca pares de escrever, ah?! 'As vezes até sei mais coisas sobre ti do que o meu filho e andamos sempre a ver quem sabe das coisas primeiro!! E olha, até vim com a echarpe amarela, porque sabia que ias estar cá!

Foi tamanha a demonstração de carinho que não resisti a responder de imediato: Adelaide, vamos já tirar uma fotografia as duas e terá um post dedicado a si e a quem me aquece assim o coração para continuar a escrever.

Como o prometido é devido, aqui seguem as fotos com a Adelaide (notem que a echarpe está lá!!) e com os meus queridos Luísa e Zé António, que na altura, efusivamente, também insistiram em tirar uma fotografia para registar o momento.





Obrigada a vocês... e 'aqueles mais silenciosos também. Eu sei que estão aí :)

PS - Vamos ver quem comenta primeiro, se a Adelaide se o filho. Aposto que vão competir, hehehe.

9 comments:

Maria Bê said...

Welcome back Inês Amarela!
Leitora assídua me confesso e responsável, provavelmente, pelos comentários mais marotos deste estabelecimento.
Entendo bem a vontade de ser comentada, oh se entendo. E a vontade de escrever quando não o faço. Para tudo há momentos. Vai aparecendo sim que a malta gosta.
Um sorriso às bolinhas amarelas!

∫nês said...

Lá isso é verdade. Este post obviamente que não se refere a ti, que até és simpática e dás uns bitates :)

Maria Bê said...

Miss Amarela,
E pronto, chamas-me simpática e lá me derreto toda... culpa tua, pá, com aquele post dois-em-um e larguezas e coração feliz.
Um sorriso triplamente contente!

Juliana said...

Inês
Esse post me fez lembrar tantos momentos que se passou nesses anos. Não tem como não lembrar com emoção, até as histórias mais surreais como do porteiro, da ida ao juiz... e as que partilhou conosco como o casamento, o doutoramento, a volta para NY, as viagens, os passeios,a reforma da bicicleta amarela, ah tantas coisas que realmente conhecemos mais de ti! E gostamos do que vc partilha e por isso estamos aqui lendo, sendo inspirados para fazer algo de diferente no nosso cotidiano.
Sabe o que acho mais bacana do casaco é que ele vai para lugares que vc nem imagina e leva um pouco de vc para pessoas que de outra forma possivelmente não a conheceriam.
Abraço

adelaide said...

Há tanto tempo leitora assídua, entusiasta e fã do "casaco amarelo" sem nunca me passar pela ideia de um dia ser eu o mote para mais um delicioso post.
Obrigada Inês por toda essa alegria de viver que nos transmites. Continua a dar-nos bons momentos de boa escrita e disposição.
Aproveito para mais uma vez Felicitar os Papás.
Bjuuus

Anonymous said...

Pelos vistos foi a mae a comentar antes do filho!

Estou louca para acompanhar as aventuras deste casaco em 2012!

Grande ano!

Bjs

je

∫nês said...

Ju, que bom que o Casaco Amarelo é isso tudo. Fico muito feliz... e com mais vontade de escrever. Beijo grande!

Adelaide, quem merece, merece... e aquela echarpe amarela, não podia passar em vão. Beijinhos e obrigada!

Je, fica a posto que isto está prestes a tornar-se um baby blog bem pirosito, hehehe. Beijos!

Gustavix said...

...o filho, como bom filho que é, não poderia antecipar-se à mãe num post que lhe foi dedicado! :)

E, Inês, espero bem que este casaco seja uns números acima para, agora, caberem cá dois!!!

GRANDE BEIJINHO
:D

∫nês said...

Gustavix: cof, cof. Por muito que sejas u filho respeitador, DUVIDO que deixasses a tua mami publicar primeiro, se tivesses tido a oportunidade de o fazer antes. Ah, se eu não te conhecesse, hehehhe.
Ainda não tinha pensado em alargar o casaco mas, realmente, faz sentido :)
Beijos!