3.05.2006

Fogo (parte 2)

A propósito do post que inseri há dias sobre o alarme de incêndio, lembrei-me que, na fase inicial deste blog, escrevi um post acerca disso mesmo, que para aqui transcrevo.
Como vêem, a atitude não mudou muito e a situação até deu azo a risota:

"Wednesday, October 20, 2004

Associacao de Ideias

O alarme de incêndio mais uma vez desatou a tocar, sem razao aparente.

Mais uma vez, ninguém ligou e continuou passivamente nas suas experiências, aguardando o típico sinal sonoro que se segue:

- "Your attention (bbbzzzz) please! Your attention ple(bbzzz)ase!
This is a test (bbbzzz)... I repeat, this is a test!"

Até agora, sempre inútil.

Mas desta vez, em vez de ficar impávida e serena, uma série de associacao de ideias se desenrolou e lembrei-me que o mesmo aconteceu numa meeting em Madison. Em plena sessao de posters o alarme abre as goelas, comeca a tocar e vai de evacuar o pessoal todo... ao que parece ali era mesmo a sério.

De sequida já as minhas ideias estavam a saltar para uma reuniao de lab, que se seguiu a esta meeting, onde cada membro tinha que reportar o conteúdo científico de determinadas comunicacoes orais e posters. De entre todos há um elemento que, claramente, vai 'as meetings mais pelo conteúdo social (feminino diga-se, uma vez que se trata de um típico gajo Metrosexual... bom comó milho, para quem nao me está a entender bem ;)) do que pelo conteúdo científico. Chegada a sua vez e deparando-se com uma questao mais rebuscada eis que responde:
- "I don't know... that's when the fire alarm rang!"

Pois, pois... nao estava era lá. Mas, ao menos, o alarme de fogo serviu para alguma coisa :)"

2 comments:

madalê said...

Em tudo e todas as situações o sentido do "Desenrasca" o poder "Inventivo" dá muito jeito.
Por acaso não se tratava de um português???????????somos especialistas..........

Fadalê said...

Julguei que era aquela cena do restaurante, em que o bombeiro arrombou a porta errada....