4.11.2006

De Pífaro a Cana Rachada

Image Hosted by ImageShack.us

Na 6a feira passada, reparei num placard em Harvard Yard, onde anunciavam audições para o coro a cappella feminino: The Radcliffe Pitches.

Parei, avaliei o repertório (algo Jazzístico, o que me agradou), tirei as informações necessárias e segui caminho. Confesso que não pensei muito mais no assunto até ao dia seguinte, Sábado, dia em que me calhou, mais uma vez, alimentar os peixes do laboratório. E’ tarefa que tem que ser feita pela manhã e novamente ‘a tarde, o que deixa algum tempo livre pelo meio. Assim, durante esse intervalo, fui ao ginásio e, quando já vinha a sair, lembrei-me do anúncio:

- Espera lá! – pensei para os meus botões – aquela coisa do côro começa hoje e é por estas bandas!

Saquei do papel onde tinha escrito os detalhes e de facto, era já ali, a menos de 5 minutos, e começaria dentro de 15 minutos.

- Ora bem, o que é que é preciso? Hmmm, vocalizos, leitura ‘a primeira vista e cantar algo que nos apeteça. Bem, não custa nada ir. Não tenho nada a perder.

E enquanto me dirigi ao local das audições tentei escolher algo para cantar, pois vocalizos e leitura ‘a primeira vista teria mesmo que ser o que Deus quisesse.

Como cheguei um pouco antes da hora, fui a primeira. Preenchi um formulário com os meus dados pessoais e de imediato fui inserida numa sala, no meio da qual se encontrava um piano e uma carpete gigante que assinalava o espaço onde decorreria a minha avaliação e para onde se dirigiam os olhares de todos os membros do grupo, estes sentados em sofás que formavam um semi-círculo em torno da carpete e ao piano.

A sala tinha um ar acolhedor e as raparigas um ar simpático. Tentaram pôr-me ‘a vontade. Se calhar até demais pois, exibindo um comportamento 100% Americano, exclamavam “Great!” a todas as minhas respostas, quais orgasmos:

- What’s you name?
- Inês!
- GREAT! (um orgasmo)

- And your last name?
- Baptista.
- GREAT! (mais um. E já vão dois!)

- In which year are you?
- I am a 2nd year grad student for Genetics from the Dudley House.
- GREEEEEEEEAT! (acho que aqui foram múltiplos)

Embora não seja algo que me agrade muito, percebo que estavam a ser simpáticas, pelo que não ficaram com pontos negativos na minha classificação. Sim, porque não era só eu que estava a ser avaliada, hehehe :)

Iniciou-se então a audição e confesso que não achei muito exigente. Primeiro avaliaram a minha amplitude vocal, depois tive que fazer uns exercícios que testavam a afinação, seguindo-se uma leitura ‘a primeira vista que era tão fácil, mas tão fácil que, ainda elas me estavam a dizer “take your time” e eu já a tinha cantado até ‘a última nota.

- Hhhmm, eu estou a fazer isto com tamanha descontracção que as tipas não me vão levar a sério e vão julgar que eu não quero assim tanto juntar-me ao grupo – pensava eu.

Sempre muito cordiais e antecipando que a parte de cantar para elas fosse a mais intimidante, continuavam a tentar criar um ambiente descontraído. Desta feita, antes deste último teste, perguntaram se eu sabia alguma piada. Confesso que tive um bloqueio total e não me ocorria nada. Para ajudar, a “chefa” até me disse que podia contar em Português, que ela percebia. E então, só me vinham anedotas de loiras ‘a cabeça... e a fulana que esperava a minha piada, mais loira que batata frita.

- Estou lixada – pensava – não lhe posso perguntar porque é que as loiras usam cuecas (que é para aquecer os tornozelos) ou porque é que as loiras não sabem conduzir (porque quando entram num carro, saltam logo para o banco de trás). Será a morte do artista!

E enquanto discorriam estes pensamentos camuflados pelo meu silêncio e a minha cara de “mas o que é que eu faço? ainda me desato para aqui a rir sozinha!”, perceberam que não valia a pena e pediram então que eu cantasse alguma coisa.

- Uff, já me safei! Agora é que eu tinha mandado a audição ao ar cá com uma pintarola!!!

Decidi-me então pelo tema “Telepatia”, que todos nós conhecemos pela voz de Lara Li. Tirando a parte “Serge Gainsbourguiana”, que não teria que fazer, (tipo: Mon Amour! Mon Amour! sussurrado como se estivesse com uma “ganda bezana”… blarghh, que piroseira!) a música é linda, tem uma melodia que conquista qualquer ouvido, encaixa muito bem na zona musical na qual me sinto mais confortável e tem lá pelo meio uma “berrito”, ideal para mostrar algum poder vocal. E aqui vai disto:

- Tele-pati-aaaaaaaaaaaa!....

Pareceu-me que gostaram e agradeceram-me o ter ido até lá.

A coisa, no total, demorou no máximo 15 minutos e, mesmo tendo sido decidida 'a última da hora, consegui facilmente chegar a tempo ao Clube Faialense (esse portento desportivo cá da zona onde se reúnem os velhotes todos dos Açores) para ver o jogo do F.C.P (Puuuuuuuuuorto, CARAGO!!!!!), que se iniciaria dentro de minutos.

Foi tudo tão rápido e improvisado, caí lá no meio de fato de treino e cabelo ainda molhado com um ar tão inadaptado ‘a situação que saí de lá convencida que não seria escolhida.

Mas, eis o resultado!!
Olhem lá para o nomezinho na lista (ok, tudo bem que não escreveram bem o meu nome mas, pelo menos colocaram o acento circunflexo, o que é uma verdadeira raridade por estas bandas! :))

Siga para Bingo, hehehe!

Preparem-se que vêm aí novas aventuras. Se bisbilhotarem no site, verificam que vai haver uma Tour em Junho, até ‘a Asia. Querem ver que ainda me habilito a uma viagenzita ‘a paleta, hehhe!

Não percam os próximos episódios porque nós... também não!!!!!

7 comments:

Fadalê said...

espero que, para além da Àsia, possas "privar" com alguma star dessas bandas. Mais uma corrida, mais uma aventura... de pôr o pífaro à banda, heheheh....

Jerusa said...

Parabéns! Se eu fosse fazer tal prova, assim que abrisse a boca para dizer meu nome, eles já diriam... hei filha o que estás fazendo aqui?! Aqui nao é teu lugar!

Mas, vou te contar, algum dia ainda farei aulas de canto, pois imagino que talvez possa cantarolar um pouquito menos desafinada, pois caso contrário qd tivermos nossos filhos teremos que chamar a amiga Inês (com acento) para cantarolar ao pé da caminha!

Bjinhos e muita sorte nesta nova etapa musical!

∫nês said...

Jerusa, tenho a certeza que cantarás extraordinariamente bem para os vossos filhotes. Para esse tipo de canto, basta ser a Mãe e logo, logo, os bébés ficam felizes. Não estou, no entanto, a descartar-me. Espero e quero muito poder acompanhar-vos nessa etapa e cantar para os meus "sobrinhitos" :)

E tenho também a certeza de que não és nenhuma cana-rachada. Brasileiro já nasce com a música no sangue! Assim, vai de começar as aulas!

Um beijão enorme e muuuuuita Saudade!

Eduardo Goldenberg said...

Inês!

Parabéns, garota!

Quando a Cia. vem ao Brasil para shows?

Beijo.

∫nês said...

Fadalê: Que se lixem as estrelas. Eu quero é viajar e conhecer mundo e ver as constelações de cada ponto do globo. Essas estrelas, sim, eu quero ver :)

Edu: Pelo que me constou, caso seja aceite no grupo, são garantidas idas 'a 'Asia e 'as Bermudas. Não ouvi nada quanto ao Brasil mas tenatrei convence-las. Beijo!

puff-cor-de-laranja said...

vamos ter direito a assistir um sample nao vamos!??!?
tou curiosa!!

∫nês said...

270: Será que querem? Acho que os meus leitores, por muito poucos comentários que ponham, ainda não merecem isso!