9.30.2005

Música Cabo Verdeana

NY é sempre uma boa fonte de novidades, informação e conhecimento.
Desta vez, foi lá que o Manel me deu a conhecer uma nova voz da música Cabo Verdeana, Lura.
Adoro a música que por lá se faz. Adoro os ritmos, as melodias, as vozes, os instrumentos e o molejo que imediatamente me contagia.
O grande ícone é, obviamente, a grande Cesária Évora (que com muita pena minha, cancelou o concerto em NY quando eu até já tinha comprado o bilhete e julguei que, finalmente, a iria ver ao vivo).

Image Hosted by ImageShack.us

Seguiu-se depois a descoberta de Bau, tudo porque fiquei completamente deslumbrada com a última cena do filme “Hable con Ella”. E’ hipnotizante de tão linda! E esse efeito só é conseguido por causa daquela música. Tive que descobrir que música era aquela e, coincidência das coincidências, era Cabo Verdeana. Só podia!

Image Hosted by ImageShack.us

Agora, a juntar a este meu universo ainda bastante reduzido, aparece a Lura. Uma voz nova e fresca mas que carrega toda a tradição Cabo Verdeana de que tanto gosto.

Image Hosted by ImageShack.us

Se forem fãs do Limewire e afins, aconselho vivamente o download de “Na Ri Na” e “Tó Martins”. Vão ver que vos apetecerá de imediato cantarolar e dançar. Aquelas Mornas (a que a minha irmã divertida e inadvertidamente baptizou de sornas) aquecem-me mesmo. Foi assim que comecei esta manhã. Lá andava eu de pijama, pela cozinha, a curtir o som! Espero que os vizinhos não tenham visto...

Se souberem de mais algum artista a juntar ‘a lista, “I am open to suggestions”!

7 comments:

meb said...

o minha amiga, expores a mana, tudo bem, agora as minhas bacuradas de outros tempos não havia necessidade!!!
lolololololol, sou um espetaculo!!!!
:)

alecrim said...

Também descobri a Lura há muito pouco tempo! Gostei tanto do seu trabalho que já planeava uma viagem a Cabo Verde para a conhecer (e também para aprender a tocar funaná, a minha última fixação:-)). E eis que passado pouco tempo descobri: a Lura mora nos arredores de Lisboa! Ou seja, já ali... Fiquei cá com um melão:-) Mas assim já a posso convidar para um cházinho! Abraço quente desde Setúbal

∫nês said...

Que coincidências engraçadas. Ainda bem que é bastante mais fácil do que julgavas conhecê-la. De qualquer das formas, uma viagem a Cabo Verde não é nada má ideia :) Se a convidares para o chazinho, avisa!

Anonymous said...

Tété Alhinho a solo ou com os Simentera. Um must.

Anonymous said...

Simentera, sem dúvida nenhuma a melhor banda de Cabo Verde. Travadinha, um histórico que é preciso ter em qualquer discoteca! Tudo o que puderes deitar mão de Orlando Pantera, mas isto é difícil de arranjar...

Anonymous said...

Oi, vim cá parar por acaso, vou aproveitar pra te aconselhar as (maravilhosas) Mayra Andrade e Nancy Vieira!!
Se ainda não conheces vais adorar!!

Ana Nascimento said...

ADORO Lura! nao sei porquê, a maior parte das musicas dela fazem-me ter vontade de ter filhos e embalá-los e aconchegá-los e acarinhá-los enquanto murmuro: oh na ri na.. oh.. na ri na..."