2.14.2006

Dia dos Namorados

Image hosting by TinyPic

E pronto, mais um dia de São Valentim.

Detesto-o e apetece-me sempre dar-lhe um tiro no pé para não me perseguir (Pum! Pum! Toma lá Valentim para veres o que é bom para a tosse!).

Nunca gostei deste dia, nem mesmo quando tinha namorado mas, a partir do momento que deixei de ter, a coisa tornou-se ainda mais insuportável:

- Que vais fazer para o dia dos namorados?
- Não tens namorado, porquê?
- Mas como é que alguém como tu está sozinha?
- Blá, blá, blá, blá, blá, blá?

Pah, "deslarguem-me:!!
Qual é o problema? :P

Cria-se uma expectativa desmesurada quanto a este dia, tal como o ter que se ter algo programado para o Final de Ano ou para o Fim-de-semana. E' uma pressão tal que uma pessoa fica stressada só de acordar naquele dia.

Acho este dia uma tótóice.

O Amor deve ser festejado sempre e em todo o lugar, não quando o Valentim decide. Aliás, ficaria muito menos satisfeita com demonstrações de amor só porque é o dia do gajo que levou um tiro num pé do que, só porque sim, alguém se decidiu a escrever-me um poema.

Depois, é a parafernália de corações, ursinhos, rosas e restaurantes a abarrotar e barulhentos que albergam os casalinhos todos que anseiam por um jantar romântico (que eu diria mais românico, dada o chinfrim), do qual quase são expulsos porque há um outro casal que também quer jantar.

A juntar 'a festa, a avaliar pelas muitas relações que tenho visto, 'as vezes mais vale só que mal acompanhado (é óbvio que estar com alguém é muito melhor mas isto sou eu armada em má, só para a lista de razões ficar maiorzinha, hehehe).

E, então, perguntam-se vocês: Se esta tipa não gosta do Valentim, porque raio está para aqui a escrever e não deixa em paz quem gosta?

Ora, porque, como Bióloga que sou, vi esta foto e curti-a.
Como o dia mais apropriado para a pôr é hoje, lá tive que dizer qualquer coizita :)

6 comments:

APETECIDO said...

"O amor deve ser festejado sempre e em todo lugar". É por isso que estou contigo hoje. Sabes disso. Ou não? Como amanhã. Depois de amanhã. Depois de depois de amanhã. E assim, para sempre. Apeteço-me só de pensar nisto. Tu também. Ou não?

∫nês said...

Apetecido... conhecemo-nos?

Susie said...

Dou-te razão!
Haverá algum dia mais fatela do q este?
O amor é para ser vivido todos os dias.

APETECIDO said...

Inês, tenho mesmo que responder-te? Não me faça rir.

∫nês said...

Hmmm... acho que vais ter que rir! :P

∫nês said...

Fatela, ora aí está uma palavra toda catita para apelidar o Valentim.
Gostei Susie :)