2.20.2006

Porto... sempre o meu Porto!

Image Hosted by ImageShack.us

Bem sei que tenho andado virada demais para o Brasil, com vontade demais de viajar, debruçada demais sobre o estrangeiro, longe de Portugal, da minha terra, do meu Porto.

Mas não está esquecido!
Trago-o comigo.
Beijou-me a mão de criança, que fechei, e guardei-o para sempre. Encosto-a ao peito quando as saudades apertam. E recebo de novo esse beijo. E viajo... e recordo.

Porto, cidade que me viu nascer. Santo Ildefonso, Tripeira de gema (e com que orgulho e brilho nos olhos o digo). Sinto-lhe o odor quando recuo no tempo e no espaço, lembro todos os regressos. Sempre o acordar com aquele cheiro, o vapor do Douro, a essência das ruelas, o abraço da Ribeira, o embalar do paralelo, a luz única.

«Escuro o Porto?
Não de todo. O Porto tem aquela terrível e indizível luz/claridade das pedras, da grandeza dos contrários, dos infinitos estendidos desde a Foz à Ribeira, desde o sol ao entardecer.
A luz do Porto é um mistério que se abre depois de fecharmos o olhar sobre o mar.»

Mendes Ferreira

Li algures e não esqueci.

Porque tudo no Porto é único, um mistério... tão fácil de sentir e perceber quando se tem o seu beijo na mão.

Foto tirada daqui

4 comments:

Fadalê said...

ai esse Porto das memórias. São os registos da nossa meninice que nos agrilhoam ao local, aos cheiros e às luminosidades.
Como é tão difícil não podermos, fisicamente, ter também as sombras (as pessoas) que já se dissiparam.
Fica a saudade.

eduardabaptista said...

biba o puerto, carago!!!!!
Nama melhor que as recordações do tempo que lá vai, das viagens infindáveis com uma caramela a chatearte e a não te deixar dormir...a excepção dos ùltimos kilometros que eram de um sono deliciosamente calmo para mim e irritante para a mae que a todo custo, durante 300...e alguns km me impedia de te acordar...hihihihihihihih
o tempo , volta para trás.
jokas
meb :)

raquel said...

Olá Inês!
Não fazia a mais pálida ideia que eras do Porto. Eu cá vou-me mudar para lá no dia 1 de Março!!! Sempre que lá fores avisa.

Beijinhos
Raquel

∫nês said...

Pois é Raquel, nascidita mesmo lázinho e criada por gente do norte, "carago"!

Vais para terra de boa gente, de certeza que vais gostar.

Beijinhos e boa sorte!