1.27.2006

Decidido!

Image Hosted by ImageShack.us

OK, pessoal. Acabaram-se os penteados estrambólicos!

Obrigada pela vossa participação e opiniões. Imagino que tenham passado a noite em branco a pensar no que responder, dada a premência do assunto, mas acreditem que valeu a pena, pois tiraram-me desta minha ansiedade, heheh.

Contrariamente ao esperado, ganhou o curto. Confesso que o resultado me surpreendeu uma vez que, principalmente os rapazes, me costumam perguntar porque não deixo crescer o cabelo. Julguei que gostavam mais!

Mas ainda bem que assim foi, pois eu também prefiro o curto e não andava com pachorra para o deixar crescer. Já está marcado o corte para este fim de semana (Rita, prepara-te ! ;))

Porque nem todos aderiram ao repto, exige-se um agradecimento pessoal ‘aqueles que o fizeram publicamente. Afinal, este era um assunto de EXTREMA importância e urgência e a vossa participação foi primordial :)

Assim:

Vi – Obrigada pelo elogio ao sorriso e aos 10 anos. Foste a única!
Corte rebelde e despenteado, sempre. Nem sequer uso pente ou escova. Gosto de acordar, dar um jeito com os dedos e “já ‘tá”.

Pedro Beltrão – Ora aqui está um comentário que me surpreendeu. Preferes curto? E eu que julguei que isso tinha sido parte da razão para A nega, hehehe ;)

Madalê – Não me desiludiste. Es cá das minhas! Agradeceria os piropos mas... mãe acha sempre que somos bonitos!

Raquel – Não conheço (acho) mas obrigada pelo voto. Gaja que é gaja sabe como estas coisas são importantes!

Menina Azul – ‘As ordens! ;)

Tripeiro, Inês, Ivone e Fernando – Comentários simpáticos como sempre. Gosto bastante de “chocar” as pessoas. Obvio que o cabelo curto não é um choque mas fiquei satisfeita por contrariar a vossa tendência bem como por ver que são flexíveis. Detesto quando o pessoal fica atido a uma ideia e é assim, “no matter what”.

Sofia, Sara e Fadalê – OK, vai ser intermédio. Já há algum tempo que ando com a “pancada” de rapar o cabelo mas, dado o frio extremo e as vossas sugestões, reconsidero e fico-me por um corte curto, mas não radical. Pode ser?

Maffa – Ser do contra também é giro e conta em democracia :)

Anónimo – Só pela determinação, ganharia logo o Curto (lá se ia a democracia ao ar) mas, não foi necessário. Juntaste-te ‘a maioria mas, de maneira especial. Obrigada por esse beijo na nuca... adoro! E prometo usar um vestido curto quando nos encontrarmos... mas tem que ser Verão, ok? :)

4 comments:

Raquel said...

Claro que me conheces! Raquel, BMG?? Do ano d Cátia, Liliana, Casanova, entre outros.... Puxa lá por essa cabecinha....

∫nês said...

RAQUEL!!!!
Não sabia que eras tu.
Benvinda :)

eduardabaptista said...

mana o meu voto não foi publicado, pois estava no hospital a fazer uns furinhos no joelho, mas o voto é curto, curto e nada mais que curto!!!
jokas
meb :)
mais vale tarde do que nunca!!!
sorry!

∫nês said...

Não te preocupes Crespita!
E os teus "fuínhos" são bem mais giros que o corte de cabelo, hehehe ;)